Não Foi Apenas Amizade
Hoje eu acordei pensando em você, na nossa história que nem mesmo vivemos, mas que foi tão profunda quanto a história superficial de muitos casais por aí. Hoje já faz tanto tempo que não o vejo que tenho apenas alguns flashes dos nossos momentos. A primeira vez que nos olhamos. A primeira vez que conversamos. A primeira vez que percebi que estava apaixonada por você. A primeira vez que cantamos um para o outro com palavras que diziam tudo e ao mesmo tempo nada. A primeira vez que nossas mãos se tocaram e um arrepio gostoso tomou conta do meu corpo. A primeira vez que senti que nossa amizade amadureceu e se transformou em um sentimento ainda mais lindo e completo. A primeira vez em que quase nos beijamos.
Nossa história seria incrível se eu não tivesse medo de encarar meus sentimentos. Se eu não tivesse me importado nem por um minuto com as palavras ruins que diziam a meu respeito. Se eu não tivesse tanto medo de estragar nossa amizade e ficar sem você. Se eu não tivesse medo de amar e receber o seu amor. A gente se completava quando estávamos juntos. Eu + você resultava em um mundo magico e colorido, parecia que as pessoas simplesmente desapareciam e ele era apenas nosso. Eu era feliz por ser sua amiga, mas muito infeliz por não te-lo por completo. Me lembro das inúmeras vezes que cheguei em casa depois do colégio e fui me trancar no meu quarto pra chorar pela gente, tentando encontrar coragem pra falar dos meus sentimentos que estavam estampados em meus olhos.
Tive tanto medo de perder sua amizade e ficar longe,  que você simplesmente se foi meu amor. Você também não suportava ficar tão próximo a mim sem me dar seu carinho de uma forma completa. Disse que havia se apaixonado e que não pôde lutar contra isso. Você queria me abraçar mais forte, ficar juntinho de mim e me beijar enquanto a gente ria de nossas vidas chatas. Você disse que não podia mais ficar se não fosse daquela forma e eu só tive medo de não ser o melhor pra você. E sem dizer nenhuma palavra de despedida você se foi.
Eu só consigo me lembrar das vezes em que pedi a Deus pra me ajudar a esquece-lo. Das vezes que sonhava com a gente e me lembrava que não podia te ligar mais no meio da madrugada. Das várias vezes em que nossos olhares se encontravam nos corredores daquele maldito colégio suplicando um pelo outro. Foi difícil estar lá, estando tão próxima e tão longe de você. Se lembra quando eu disse que você completava meu mundo? Quando você se foi essa metade desapareceu junto com você e eu fiquei sozinha em um mundo cheio de gente. Vivi um dia de cada vez, mesmo estando morta por dentro. Ninguém era capaz preencher o seu lugar. Eu juro que tentei encontrar você em outros beijos e abraços, mas nenhum deles foi tão incrível e verdadeiro quanto os nossos beijos nunca compartilhados. Nenhum deles me fez flutuar da mesma forma que os seus fariam.
Você foi um amor mal resolvido e apesar de não doer mais como antes eu ainda tenho essa cicatriz aqui. O tempo passou, mas você ainda me marca de alguma forma e as vezes eu me pego pensando na gente e no que seria do nosso presente se eu não tivesse tanto medo do amor no passado. Eu só espero que você esteja bem e muito feliz, que tenha encontrado outro alguém para preencher  a outra metade do seu mundo e que essa pessoa te faça tão feliz quanto eu seria se tivesse te amado por pelo menos um único dia daquele passado.

compartilhe:
Matilda Natália
escrito por Matilda Natália
Meu nome é Natália, tenho vinte e poucos anos, apaixonada por livros, filmes, moda, series, animais e todas as coisas relacionadas Once Upon A Time.